116 anos de prisão por assassinato em Toltitlán






A Procuradoria Geral do Estado do México (FGJEM) obteve a pena de 116 anos de prisão contra Perfecto Avendaño Agudo por sua participação nos crimes de homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificado. Os eventos ocorreram em dezembro de 2022 no município de Toltitlán.

Em dezembro de 2022, o acusado agrediu dois familiares com um objeto pontiagudo, matando um homem e ferindo uma mulher. (Foto: Privado)

A decisão foi proferida pela autoridade judiciária sediada em Cuautitlán, após análise das provas apresentadas pelo Ministério Público. Além da pena de prisão, foi aplicada uma multa de 481.100 pesos e 403.161 pesos deverão ser pagos. Os direitos civis e políticos dos acusados ​​foram suspensos.

O ataque perpetrado por Avendaño Agudo ocorreu em 19 de dezembro de 2022 no bairro Los Reyes. O agressor chegou à casa das vítimas, na rua Al-Kanfor, onde as agrediu verbalmente e posteriormente as atacou com um objeto pontiagudo. O acidente resultou na morte de um homem e no ferimento de uma mulher, que foi levada ao hospital para tratamento.

Após cometer o crime, Avendaño Agudo tentou fugir, mas foi preso pela Polícia Municipal de Tultitlán. O Ministério Público iniciou uma investigação que levou à condenação do agressor. Depois disso, ele foi detido na Prisão e Centro de Reinserção Social de Cuautitlán até a sentença.

comentários

comentários






Artigo anteriorAzucena Cisneros: A Dignidade de Ecatepec no Segundo Relatório Legislativo
Próximo artigoLigado ao duplo assassinato em Tenancingo