A pena é de 55 anos para os envolvidos no rápido sequestro em Metbek






Numa decisão coerciva, Christopher Jonathan Palacios García e Eric DeSales Jiménez, dois membros de um grupo criminoso com origem em Michoacán, foram condenados a 55 anos de prisão pela sua participação num sequestro flagrante no Vale de Toluca.

Uma delas diz respeito à colocação de tecidos nos municípios de Metepec e San Mateo Atenco com mensagens de intimidação aos artistas que aparecerão na exposição Metepec em 2021. (Foto: Exclusivo)

A Procuradoria-Geral do Estado do México (FGJEM) emitiu esta decisão após apresentar provas convincentes perante a autoridade judicial de Almoloya de Juárez. Além da pena, foram multados em P403.290 e indenizados em P89.620 às vítimas.

O sequestro ocorreu no dia 16 de outubro de 2021, quando o acusado compareceu a uma empresa de Metepec interessada em adquirir um carro. Após o exame de direção, ameaçaram as vítimas e as levaram para Temascaltepec, onde foram finalmente libertadas.

Desales Jiménez foi preso no local do sequestro, enquanto Palacios García foi posteriormente detido pela Secretaria de Segurança do Estado, em conexão com a colocação de tecidos intimidadores em Metepec e San Mateo Atenco em 2021. Após um processo judicial, esta decisão foi anulada e foram condenados à suspensão dos seus direitos civis e políticos.

comentários

comentários






Artigo anteriorO Ministério do Trabalho trabalhará para fortalecer o programa de apoio ao desemprego
Próximo artigoVinculado à operação de caso de extorsão em Ecatepec