free web hit counter

Coime trabalha para promover a igualdade no âmbito das 16 Jornadas de Ativismo contra a Violência contra a Mulher



O Comitê de Impacto Estadual (Coime) da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Infraestrutura (Sedui) associou-se aos 16 dias de ativismo contra a violência de gênero, com a conferência “A Construção Social do Masculino e do Feminino como Fator de Discriminação”, ditado pela juíza Julia del Carmen García González, na presença de funcionários do órgão governamental.

A juíza Julia del Carmen García González apresentou a conferência “A construção social do masculino e do feminino como fator de distinção” (Foto: Exclusivo).

Claudia Cruz Moguel, Diretora Geral da Coime, destacou que o Governo do Estado do México, liderado pela professora Delfina Gómez Álvarez, está empenhado em promover a igualdade e eliminar a violência de gênero, por isso trabalha todos os dias em um formato diferente. Estratégias e políticas transversais para construir uma entidade que goze de justiça social.

Portanto, com a capacidade de servir, o objetivo é promover a construção de uma sociedade justa e igualitária, valores fundamentais de quem atua na organização, na Secretaria e no governo do estado.

A juíza Julia del Carmen García chamou a atenção para a violência e a desigualdade histórica que as mulheres sofreram e sua busca por igualdade de condições, como referências para distanciar, compreender e contribuir para a eliminação da discriminação que sofrem hoje.

Afirmou que o Inquérito Nacional sobre Discriminação de 2022, emitido pelo Instituto Nacional de Estatística e Geografia (INEGI), indica que a discriminação mais comum para uma mulher é simplesmente por ser mulher, com 35,3 por cento, seguida de considerações sobre a forma como ela vestidos. em 31,8 por cento e seu peso ou altura em 30,7 por cento.

O juiz Garcia Gonzalez ofereceu uma perspectiva sobre como os conceitos culturais e sociais influenciam a percepção do masculino e do feminino, contribuindo para a discriminação de gênero.

comentários

comentários