free web hit counter

Consulta cidadã em Ecatepec para 469 hectares de terra



Com o lançamento de 127 caixas, já começou a consulta aos cidadãos, que será realizada neste fim de semana em Ecatepec.

Com 127 caixas instaladas, já começou a consulta ao cidadão que acontecerá neste fim de semana em Ecatepec. (Foto: Privado)

Os moradores terão a oportunidade de votar a favor ou contra a iniciativa dos representantes locais de despojar o município de 469 hectares de suas terras.

O prefeito Fernando Felix Contreras informou que às nove horas da manhã de sábado foram instaladas cabines de votação em vários pontos do município, incluindo parques, mercados, praças e escolas.

O prefeito ressaltou que o objetivo desta consulta é que os legisladores conheçam a opinião dos moradores antes de decidirem sobre a proposta de cedência de parte do território de Ecatepec.

“Defenderemos a nossa soberania regional”, alertou, “os representantes não se permitirão decidir unilateralmente sem ouvir a opinião dos diretamente afetados, que neste caso são os cidadãos”.

Os centros de votação estarão abertos das nove da manhã às seis da tarde no sábado, 21 de outubro, e no domingo, 22 de outubro. Isso permitirá que todos os moradores do município se manifestem a respeito do decreto do Congresso do Estado Mexicano que visa transferir parte do território de Ecatepec para o município de Acolman.

Os cidadãos que forem às urnas receberão um boletim de voto onde poderão votar a favor ou contra a seguinte pergunta: “Você aprova o decreto do Legislativo estadual que aliena Ecatepec de 469 hectares de suas terras para anexação ao município de Acolman?”

Além da votação, serão recolhidas assinaturas de todos os cidadãos que participarem na consulta. Será entregue aos deputados da Comissão de Limites Regionais, juntamente com o resultado da votação.

Por sua vez, líderes de organizações sociais e representantes de bairros concordaram em realizar uma grande caravana de Ecatepec até a cidade de Toluca. O objetivo é que os próprios cidadãos entreguem os resultados da consulta aos parlamentares estaduais. Ressaltaram que em 2020, graças à organização dos cidadãos, a primeira tentativa de divisão do município foi interrompida. A iniciativa foi promovida pela deputada Azucena Cisneros e pelo senador Higinio Martinez.

comentários

comentários