Eles prendem um responsável por crimes contra a saúde e suborno, que poderia ser membro de um grupo criminoso



Como resultado das patrulhas realizadas para reduzir o índice de criminalidade, elementos dos Ministérios de Segurança (SS) e da Marinha (SEMAR) em coordenação com agentes da Procuradoria-Geral do Estado do México (FGJEM) prenderam um pessoa provavelmente envolvida em crimes contra a saúde e suborno.

Ao que tudo indica, ele ofereceu uma quantia em dinheiro para poder deixar o local, pois foi apresentado às autoridades competentes para regularizar sua situação jurídica (Foto: Exclusivo).

Os fardados das referidas empresas realizavam rondas de segurança para combater negócios ilegais na região, quando, ao transitarem pela Rua 20 de Novembro, esquina com Galeana, bairro San Pedro, notaram uma pessoa com atitude suspeita.

As forças pediram-lhe, através de ordens verbais, que interrompesse a marcha para realizar uma fiscalização de acordo com o protocolo de trabalho. Imediatamente encontraram um saco pesando cerca de 80 gramas e 19 sacos de uma substância fitoterápica com propriedades de maconha, além de um saco preto contendo 10 doses de um pó branco semelhante à cocaína, uma balança e dinheiro.

Diante dessa situação, constata-se que o detido agora ofereceu dinheiro aos policiais para que abandonassem o local. Após ler sobre os direitos conferidos pela lei, Gerson “N”, de 29 anos, foi transferido com as provas apreendidas para a Delegacia de Assuntos Especiais. Ministério Público, onde será determinada a sua situação jurídica.

Vale ressaltar que ele pode pertencer a um grupo criminoso e parece que também está vinculado a um processo de investigação do crime de tentativa de homicídio, portanto a investigação será ampliada.

comentários

comentários