Fluxo de usuários da Cracolândia aumentou 43% no segundo semestre de 2023

O número de pessoas que frequentam o bairro conhecido como Caracolândia, no centro de São Paulo, aumentou 43% no segundo semestre de 2023 em relação aos primeiros seis meses do ano.

Entre janeiro e junho, a movimentação média de pessoas foi de 370 pessoas no período da tarde e da noite. Entre julho e 10 deste mês, esse número aumentou para 529.

Segundo dados do quadro de monitoramento de ocorrências de uso de drogas na região da Luz, mantido pela Secretaria Municipal de Segurança Urbana (SMSU), fora isso a maior concentração de usuários foi em outubro, quando os fóruns, na mídia, somavam 584 pessoas circulando pela região.

Diariamente, o condado monitora dois dependentes usando o método Jacobs para estimar os não locais. Através de imagens captadas por drones, o método parte do pressuposto de que cada pessoa ocupa, em média, um metro quadrado. Só é considerado fluxo para grupos com mais de 30 usuários.

O desenho observa ruas como Alameda Dino Bueno, Avenida Duque de Caxias, Rua do Triunfo, Rua Mauá e outras, todas no centro da cidade.

Ressalte-se que a Província de São Paulo indica que, de janeiro a outubro, realizou em média 439 embarques por dia, resultando em 90 rotas diárias de serviços e equipamentos, tanto de saúde quanto sociais.

“Atualmente, a província de São Paulo oferece 1.486 vagas para atendimento, apoio e tratamento de pessoas que fazem uso de substâncias psicoativas. Aqui, são oferecidas apenas 420 vagas nos serviços terapêuticos integrados Acolhida II, que combinam apoio socioassistencial e tratamento de saúde.