Getafe punido com arquibancada datada após insultos racistas

A Federação Espanhola de Futebol (RFEF) determinou a colocação parcial do Getafe no banco central por três partidas após os insultos racistas e xenófobos infligidos ao técnico do Sevilla, Quique Sanchez Flores, e ao jogador Marcos Acuña. Eles não jogaram no último sábado (30) no campeonato. .

O árbitro Iglesias Villanueva interrompeu a partida 23 minutos após o início do segundo tempo, como parte do protocolo da liga contra o racismo, após ouvir as vozes dos Furacões no banco chamando o jogador argentino de “Macaco” e o técnico espanhol de “Cegano”.

O clube também foi multado em 27 mil euros (cerca de 148 mil reais).

A Federação Espanhola de Futebol emitiu um comunicado segundo o qual a área marcada nos assentos em arco deveria exibir uma mensagem clara condenando os atos de violência, racismo, xenofobia e intolerância no futebol e apoiando o fair play.

Junte-se à CNN Esports em todas as plataformas