free web hit counter

Incêndio deflagrou na Central de Abastos devido a curto-circuito numa instalação eléctrica



Segundo Gerardo Palacios Estrada, integrante da equipe jurídica do Centro Central Abastos de Toluca, ele explicou que mais de 150 famílias foram afetadas pelo incêndio ocorrido na noite de quarta-feira, pois foram queimadas caixas de madeira, papelão e caixas de plástico. Serve de embalagem para diversos produtores e comerciantes.

Salientou que o acidente ocorreu devido a um curto-circuito eléctrico, o que fez com que o fogo se espalhasse e as chamas destas caixas se propagassem rapidamente num dos armazéns e nas partes envolventes, abrangendo uma área de aproximadamente um hectare, até que foi chegou a um veículo que continha este tipo de caixas. As caixas foram movidas.

A este respeito, Palacios-Estrada explicou que solicitará apoio do governador para as famílias afetadas.

“O governador foi informado dos acontecimentos ocorridos ontem relativamente ao incêndio provocado por um curto-circuito eléctrico, e aqui todos os afectados, que são mais de 150 famílias, solicitam o apoio do governador e de diversas instituições para que, em primeiro lugar, seja dada atenção atempada é fornecido quando um desses eventos ocorre e, em segundo lugar, que eles podem nos apoiar com máquinas para continuar a restaurar essas propriedades.

Salientou que as autoridades os apoiaram de forma eficaz com a Guarda Nacional e equipas de vários municípios vizinhos.

Afirmou que iriam também trabalhar com a Protecção Civil, uma vez que era necessário tomar medidas preventivas, portanto, para evitar a recorrência deste tipo de incidentes, solicitariam o apoio da referida instituição.

“Neste momento, pedimos à proteção civil que nos apoie para virmos fazer uma análise de risco e, após a análise de risco, os imóveis que foram afetados possam ser restaurados”.

Por seu lado, os atingidos pelo incêndio pediram que não continuem a espalhar notícias falsas sobre o incidente, por se tratar de um acidente e não de um incêndio, apesar de admitirem que pode ter sido um descuido dos próprios comerciantes.

“Não houve máfia, nem ataque, foi um curto-circuito.”

Finalmente, passadas 15 horas, os Bombeiros e Proteção Civil contiveram o incêndio, para evitar que se propagasse a outras superfícies.

comentários

comentários