free web hit counter

Ligado ao duplo assassinato em Tenancingo






A Procuradoria-Geral do Estado do México (FGJEM) conseguiu vincular Carlos Crem “N” e Jorge Alfredo “N” a julgamento por sua suposta participação em um duplo homicídio ocorrido em 7 de dezembro de 2022 em Tenancingo.

Os fatos ocorreram no dia 7 de dezembro de 2022, em uma casa da região. (Foto: Privado)

Os envolvidos, supostamente ligados a um grupo criminoso originário de Jalisco, foram acusados ​​de privar a vida de dois homens em uma casa em San José El Cuartel. Segundo a investigação, os detidos invadiram violentamente a casa, ameaçaram as vítimas com objetos cortantes e levaram-nas num camião para outro local onde supostamente teriam ocorrido os homicídios.

O Ministério Público iniciou uma investigação apurando um possível motivo relacionado a problemas com a venda de drogas. Após a obtenção de provas, foi solicitado e cumprido mandado de prisão contra os supostos autores. Após colocá-los à disposição do juiz, este decidiu obrigá-los a prosseguir o procedimento, fixou o prazo de dois meses para investigação complementar e ordenou a prisão preventiva justificada.

A FGJEM continua as investigações, pois há suspeita de que os acusados ​​possam estar envolvidos em outros atos criminosos na área. Os réus são considerados inocentes até que seja emitida uma condenação contra eles.

comentários

comentários






Artigo anterior116 anos de prisão por assassinato em Toltitlán
Próximo artigoLola La Trailera dirigirá um comboio de reboques de trator em Toluca