O Observatório de Participação Política está comprometido com um processo eleitoral de 2024 livre de violência contra as mulheres



A Juíza Presidente do Tribunal Eleitoral do Estado do México, Martha Patricia Tovar Pescador, presidiu sua primeira sessão à frente do Observatório (Foto: Exclusiva).

Na sessão realizada no Centro de Formação e Documentação Eleitoral (CFDE) do IEEM, Pulido Gómez destacou que as instituições que compõem o OPPMEM se coordenam para gerar propostas que apoiem a participação ativa de todos na vida. entidade.

No mesmo sentido, falou a Ministra da Mulher do governo do estado mexicano, Monica Chavez Duran, que confirmou que o poder executivo, no próximo processo eleitoral, trabalhará para garantir também a representação política das mulheres. Para que a sua participação seja visível e a violência seja gratuita.

Durante a sessão, a Presidente do Tribunal Eleitoral do Estado do México (TEEM), Martha Patricia Tovar Pescador, presidiu sua primeira sessão à frente do Tribunal Eleitoral. Opmem. Sublinhou que implementará as medidas necessárias para promover a igualdade de género na esfera política mexicana, bem como medidas que promovam a igualdade de género na esfera eleitoral.

Além disso, o vídeo foi exibido em referência ao Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, que marca o início da campanha “16 Dias de Ativismo” que visa eliminar também a violência contra mulheres e meninas. Como o relatório trimestral das atividades constantes do programa de trabalho do OPPMEM correspondente aos meses de julho, agosto e setembro de 2023.

O evento contou com a presença das Assessoras Eleitorais do IIM, Laura Daniela Durán Ceja; Sandra López Bringas; Paola Melgarejo Salgado; Patrícia Lozano Sanabria e Karina Yvonne Vaquera Montoya; a Presidente da Comissão de Direitos Humanos do Estado do México (CODHEM), Myrna Araceli García Morón; a atriz local, Paula Jimenez Hernandez; Juíza do Tribunal Administrativo da Entidade, Blanca Danali Argumedo Guerra; O promotor especializado em crimes eleitorais, Alejandro Rodríguez Martinez; Juíza Leticia Victoria Tavera e Juiz Victor Oscar Pasquel Fuentes do TEEM. Participaram também contactos de diversas instituições e representantes de partidos políticos e organizações da sociedade civil que integram o OPPMEM.

comentários

comentários