free web hit counter

Pacheco comemora prorrogação do prazo para negociações da divisão MG

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), comemorou neste quinto (14) dia a decisão do Supremo Tribunal Federal de prorrogar o prazo de 120 dias para analisar a divisão do estado de Minas Gerais com a Federação.

“A divisão de Minas e sua travessia no Golgado já está consolidada. O sindicato pode simplesmente implementar, mas tem um entendimento e um respeito muito grande por Minas”, disse o senador, que agradece às autoridades envolvidas nas negociações, inclusive O presidente Lula e o ministro do STF, Cássio Nunes Márquez, e o conselheiro-geral da Federação, Jorge Messias.

Pacheco rejeita os sistemas de reembolso de impostos como uma ilusão para impulsionar a divisão.

O senador também relatou seus esforços para negociar uma proposta alternativa de pagamento, incluindo diálogo entre parlamentares do estado de Minas Gerais, entre o presidente Lula e autoridades do governo federal, bem como a Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais e o governador Zema.

“A próxima eleição ainda está muito longe. Temos que trabalhar muito agora, o governo do estado, os Estados Unidos e os órgãos técnicos, além do apoio da Autoridade Mineira”, explicou, ansioso pelas próximas eleições. passos nas negociações.

Sobre David

O estado de Minas Gerais possui um departamento com sindicato no valor de R$ 160 milhões. O governador Romeo Zema apresentou proposta de recuperação financeira à Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais.

Pacheco liderou negociações alternativas com o governo federal, que mantêm os salários de dois servidores e não incluem a venda de estatais mineiras.