Vinculado à operação de caso de extorsão em Ecatepec



A Procuradoria-Geral do Estado do México (FGJEM) vinculou Oscar “N”, 47, a processos por sua suposta participação em atos de extorsão no município de Ecatepec, registrados em abril e outubro deste ano.

O investigado participou desse crime, cometido em abril e outubro deste ano, junto com outras pessoas. (Foto: Privado)

O suspeito, suposto membro de um grupo criminoso, teria intimidado a vítima em três ocasiões, exigindo dinheiro, veículos e documentos em troca de não causar danos à sua família ou de sequestrá-la.

A primeira ameaça ocorreu no dia 24 de abril, quando a vítima recebeu um telefonema exigindo uma grande quantia em dinheiro e um carro. Mais tarde, no dia 5 de outubro, a intimidação se repetiu e ela voltou a exigir dinheiro, uma van Chevrolet Express e uma motocicleta Vento.

Devido às contínuas ameaças, a vítima solicitou a intervenção da Diretoria de Segurança Pública e Trânsito de Ecatepec, que deteve Oscar “N” no bairro Miguel Hidalgo. Durante a prisão, a pessoa foi encontrada em posse de uma réplica de arma de fogo e documentos do veículo pertencente à vítima.

Oscar “N” foi apresentado ao Ministério Público e posteriormente transferido para o Centro Penitenciário e de Reinserção Social de Ecatepec. A autoridade judiciária decidiu instaurar medidas judiciais contra ele, impor-lhe medida cautelar por meio de prisão preventiva e conceder-lhe um mês para investigação complementar.

É importante lembrar que um detido é considerado inocente até que seja emitido um veredicto de culpa contra ele.

comentários

comentários